A Secretaria Municipal de Saúde de Chapada de Areia, promoveu nesta sexta-feira (22) o encaminhamento de 25 mulheres para realização de exames de mamografia. As beneficiadas foram levadas de van até Paraíso do Tocantins, onde receberam atendimento.

Segundo a dirigente da pasta da Saúde, Paula Sabrinne, a Prefeitura de Chapada de Areia já viabilizou em 2019 mais de 70 exames de mamografia. “No mês passado tivemos a campanha Outubro Rosa, onde intensificamos as atividades de prevenção e diagnóstico precoce do câncer em mulheres, mas as ações são contínuas e seguimos realizando atendimentos e encaminhamentos”, destacou Paula Sabrinne.

A prefeita Maria de Jesus explica que os exames são realizados por meio de uma parceria entre as prefeituras de Chapada de Areia e Paraíso. “Hoje nosso município não possui fila de espera por mamografia, que é um exame que identifica a doença em no estágio inicial, quando as chances de cura são maiores. Assim, estamos assegurando mais qualidade de vida para as mulheres da nossa cidade”, disse a gestora.

Diagnóstico precoce

A mamografia é uma radiografia das mamas feita por um equipamento de raios X chamado mamógrafo, capaz de identificar alterações suspeitas. Além do exame periódico, é importante que as mulheres observem suas mamas sempre que se sentirem confortáveis para tal (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem técnica específica, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias.

Recomenda-se que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres!

Câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente e outros não. A maioria dos casos tem boa resposta ao tratamento, principalmente quando diagnosticado e tratado no início.

A mamografia e o exame clínico das mamas identificam alterações suspeitas, mas a confirmação de câncer de mama é feita em laboratório, pelo exame histopatológico, que analisa uma pequena parte retirada da lesão (biópsia).

 

 

 

Sem comentários ainda.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos com (*) são obrigatórios.