SAÚDE DE CHAPADA DE AREIA PROMOVE RODA DE CONVERSA COM ALUNOS SOBRE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO E VALORIZAÇÃO DA VIDA

Alunos do Ensino Médio em Chapada de Areia participaram nesta quinta-feira (12) de uma roda de conversa sobre prevenção ao suicídio e valorização da vida. A atividade, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, foi conduzida pela psicóloga Ludimila Alves, que tirou dúvidas dos estudantes acerca dos cuidados com a saúde mental, dos sinais de adoecimento psicológico e sobre a rede de atendimento onde poderão buscar auxílio diante de sofrimento emocional.

Durante a ação os jovens também participaram de uma dinâmica que estimulou a reflexão sobre as atitudes que podem levar ao sofrimento e sobre a importância do cuidado consigo e com o outro. “Um dos objetivos da iniciativa foi chamar a atenção dos adolescentes para o tema, bem como garantir que eles tenham acesso a informações corretas sobre a prevenção e estratégias para buscarem diante de possíveis crises”, explicou a secretária municipal de Saúde, Paula Sabrinne.

Setembro Amarelo

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e pela ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).

 

A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa.

Mas todos podem ser divulgadores desta importante causa. Ações na rua, caminhadas, passeios ciclísticos, roupas amarelas ou simplesmente o uso do laço no peito já despertam atenção e contribuem para a conscientização.

SETEMBRO AMARELO: CHAPADA DE AREIA PROMOVE AÇÕES DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

A Prefeitura de Chapada de Areia, está desenvolvendo diversas ações alusivas à campanha Setembro Amarelo, uma iniciativa que busca alertar a população para a prevenção ao suicídio. Na manhã desta terça-feira (10), dia D da campanha, a Secretaria Municipal de Assistência Social, com apoio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e da Secretaria Municipal de Educação, realizou um bate papo com a participação de crianças e adolescentes da Escola Municipal América Alves de Oliveira, que puderam discutir e expor dúvidas sobre saúde mental. O momento foi conduzido pela psicóloga do CRAS, Karla Queiroz, e pela assistente social Marcela Montel.

 

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Celma Pereira, o bate papo ocorreu de forma clara e dinâmica. “Falamos sobre suicídio, como buscar ajuda e acolher as pessoas que estão sofrendo”, destacou a dirigente.

No período da tarde, sob a organização da Secretaria Municipal de Saúde, as ações continuaram com uma palestra da psicóloga Ludmila, que também discutiu sobre a importância dos cuidados relacionados à saúde mental. As atividades culminaram com uma grande caminhada, que percorreu a cidade levando à comunidade uma mensagem de valorização à vida.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Paula Sabrinne, a maioria dos casos de suicídio estão associados a distúrbios mentais, como depressão, dependência alcoólica, esquizofrenia e transtornos de personalidade. “Precisamos evidenciar essa realidade e disponibilizar o Sistema de Saúde para as pessoas que precisam de ajuda. Em Chapada de Areia temos profissionais aptos a auxiliar a todos”, lembrou Paula.

 

A prefeita Maria de Jesus avaliou positivamente todas ações desenvolvidas no dia e destacou que elas tiveram o objetivo de conscientizar a população para a importância do tema. “Quero parabenizar toda a equipe das secretarias municipais que se uniram em torno desse assunto que tem se tornado cada vez mais relevante em nossa sociedade”, comentou a gestora municipal.

 

Sobre a campanha

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e pela ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).

 

A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa.

Mas todos podem ser divulgadores desta importante causa. Ações na rua, caminhadas, passeios ciclísticos, roupas amarelas ou simplesmente o uso do laço no peito já despertam atenção e contribuem para a conscientização.